IVAS - Instituto das Vias Aéreas
Inspirando novos ares!
  • DICAS DE PREVENÇÃO

    ASMA X CONTROLE
    ASMA X CONTROLE

    O que é a asma?

     

    asma, uma doença crônica que inflama os brônquios, dificultando a respiração, pode ser desencadeada por ácaro, poeira doméstica; substâncias irritantes, como perfumes e materiais de limpeza; e poluentes, inclusive cigarro, exercícios físicos e mudanças de temperatura. Dependendo da gravidade da crise, que causa com falta de ar, tosse e chiado no peito, a doença leva ao óbito.

     

    Apesar dos avanços no tratamento, a asma mata, se não for controlada. E adolescentes estão no grupo mais vulnerável. Um motivo é que o jovem nem sempre usa o medicamento de forma correta. Na adolescência, o organismo ainda está se desenvolvendo. Além disso, a asma piora, dependendo do estado emocional.

     

    Dicas de como controlar a asma

     

    1. Pratique exercícios
      Em um estudo conduzido na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), 58 pessoas com a forma moderada ou grave da doença, na faixa dos 30 aos 50 anos, foram convidadas a caminhar em ritmo acelerado na esteira por 30 minutos, duas vezes por semana. Ao final de três meses, os pesquisadores observaram uma redução nos sintomas e na gravidade do quadro — ou seja, os asmáticos ficaram mais dias livres de episódios de falta de ar. Além disso, tornaram-se mais tolerantes a fatores que irritam o sistema respiratório, como ácaro e fumaça. Uma notícia e tanto se pensarmos que, às vezes, um mínimo contato já dispara o maior sufoco.
    2. Coma peixes, verduras e legumes
      Depois de analisar mais de 32 mil voluntários, um estudo da Universidade do Porto, em solo português, identificou esses alimentos como aliados na prevenção das crises — e no descanso das bombinhas. A razão por trás disso estaria na abundância de antioxidantes detectados nos vegetais, além do ômega-3, a gordura boa dos pescados. Por outro lado, os estudiosos portugueses viram que exagerar na gordura saturada, no sal e no açúcar tornava a asma mais grave.
    3. Invista em alimentos ricos em fibras
      Pesquisadores do Hospital Universitário Lausanne, na Suíça, perceberam que doses caprichadas de fibras — como soja, grão-de-bico, ervilha, feijão-carioca, cereal à base de trigo — induzem a uma reação menos intensa aos alérgenos que provocam crises. Tudo leva a crer que as fibras modificam a flora intestinal, culminando na multiplicação de bactérias boas. Essas, por sua vez, desempenham várias funções, como ajudar na formação de ácidos graxos capazes de reduzir processos inflamatórios. O que resultaria, em última instância, em menos muco nas vias aéreas.
    4. Deixe o cigarro de lado
      Ele favorece inflamações nas vias respiratórias. Atenção: o fumo passivo também leva à piora dos sintomas. Ou seja, mesmo se o asmático não fumar, ele pode ser prejudicado pelo fumacê dos outros.
    5. Cuidado com animais de estimação

    Publicado em: 08/08/2018